terça-feira, 29 de junho de 2010

Classificação Climática de Strahler

A classificação climática de Strahler se baseia na dinâmica geral da atmosfera, através das massas de ar.
O Brasil, pelas suas dimensões continentais, possui uma diversificação climática bem ampla, influenciada pela sua configuração geográfica, sua significativa extensão costeira, seu relevo e a dinâmica das massas de ar sobre seu território. Esse último fator assume grande importância, pois atua diretamente sobre as temperaturas e os índices pluviométricos nas diferentes regiões do país.

De acordo com a classificação climática de Arthur Strahler, predominam no Brasil cinco grandes climas, a saber:

Clima equatorial úmido da convergência dos alísios, que engloba a Amazônia;

Clima tropical alternadamente úmido e seco, englobando grande parte da área central do país e litoral do meio-norte;


Clima tropical tendendo a ser seco pela irregularidade da ação das massas de ar, englobando o sertão nordestino e vale médio do rio São Francisco; e


Clima litorâneo úmido exposto às massas tropicais marítimas, englobando estreita faixa do litoral leste e nordeste;


Clima subtropical úmido das costas orientais e subtropicais, dominado largamente por massa tropical marítima, englobando a Região Sul do Brasil.


Climas Controlados por Massas de Ar Equatoriais e Tropicais

Equatorial Úmido (Convergência dos Alísios)
Tropical (Inverno seco e verão úmido)
Tropical Semi-Árido (Tendendo a seco pela irregularidade da ação das massas de ar)
Litorâneo Úmido (Influenciado pela Massa Tropical Marítima)


Climas Controlados por Massas de Ar Tropicais e Polares


Subtropical Úmido (Costas orientais e subtropicais, com predomínio da Massa Tropical Marítima)

Um comentário: